O dia que o gelo quebrou

Tive uma infância um pouco – bastante – sofrida. Quem me conhece, sabe: perdi avô, pai, vó, tudo de uma vez. Minha educação foi rígida. Além de ter uma mãe mais velha, conservadora, estudei minha vida inteira em colégio de freira. Não sei se tudo isso explica algo, mas, queria chegar em: minhas amigas vivem dizendo que eu não sou carinhosa.

Confesso que não faço o tipo romântica carinhosa mesmo. Acho isso ‘too much’. Mais, sou do tipo que não faz pros outros o que não quero pra mim. Me irrita uma pessoa ficar passando a mão no meu braço, na minha mão… Sabe?! Então, não faço. Mas fiquei encucada e comecei a treinar esse tal de carinho. Meu primeiro alvo foi minha calopsita. Ela é tão linda. E carente… Faço carinho e quando erro, ela me bica. Tem jeito mais didático de se aprender? (risos)

Depois, fui treinar com as crianças. Tenho 3 em casa. E não, não são minhas; ainda não tenho filhos, apesar de várias pessoas estarem sonhando com isso. Pois bem, crianças também são carentes. E uma delas, em especial, não pode ver uma pessoa que ela já encosta. E começa a fazer carinho. Uma linda. Antes, eu ficava sem jeito. A velha história do: não sei retribuir, não gosto… Mas depois percebi que ela fazia aquilo porque queria carinho. Oummm. Antes que eu mude o foco: hoje eu faço carinho e ela dorme! =)))))))))))

Ok, falei de carinho e o gelo? Uma coisa está ligada a outra. Faz dois dias que eu joguei o gelo no chão. “Quebrei o gelo entre nós…” HO HO HO. Natal está aí. Difícil… Sou fechada, apesar de minha mãe achar que me exponho muito. Já sofri com um monte de paixões desnecessárias. Tenho medo. Mas quero mudar.

Uma mensagem. Somente uma mensagem. Bonitinha, menininha, nada a ver comigo. Vai, eu confesso minhas fraquezas. “Gostei de ontem”. Hummmmm, que piegas. Não, que sincera! Eu gostei mesmo. E achei que a pessoa deveria saber. O que eu recebi em troca? Um apelido: ice girl! Pode? Pode não. Eu tenho coração. Eu gosto das pessoas. Eu gosto de carinho – alguns (risos). Ok, eu estou aprendendo a gostar. Mas eu AMO abraços. Viveria só deles. Pode? Ice girl não. EU TENHO CORAÇÃO, SENTIMENTOS =( Um coração sofrido, calejado, medroso, mas eu tenho.

Quer saber? Foi bom pra mim. E pra você?!