Dizem que eu sou exigente…

Quando o assunto “namorado da Mariane” entra na roda, eu sempre escuto um “você é muito exigente”. Será? COM CERVEJA!

Sou mesmo e assumo. Minha mãe suou bastante pra me dar uma vida tranquila e pagar meus estudos. Tenho faculdade e 2 pós. Pessoa que não faz por merecer, eu descarto mesmo. Falou errado, perde pontos. Escreveu, chega quase a zero. Chatice, claro. Eu também erro. Mas não tem jeito. Controle de qualidade. A pessoa tem que ter o mínimo. E o mínimo se resume a sua língua natal. Drástico? Nops.

Depois vem a idade. Sempre curti caras mais novos. “Homem demora mais pra amadurecer”. Taí. Eu sou muito madura pra minha idade e não tolero brincadeirinhas toscas, descaso com pessoas ou grandezas/vantagens – os meninotes tem um papo… Fez algo babaca, descarto mesmo.

Além da idade, tem a altura. Não sou das mais altas, então me superar não é difícil. Me perdoem os casais com diferença de altura, eu não curto. Acho desconfortável. Homem mais baixo que eu, descarto mesmo.

E agora, dentes. Coloquei aparelho, clareei minha arcada. Não tem como. Eu olho se os dentes são bonitos, certinhos, branquinhos. Se não é, já me dá um desconforto. Penso 2x antes de descartar, mas dependendo do grau, descarto mesmo.

Não trabalha? Bom, fiquei 10 meses “desempregada”, procurando novas oportunidades. Neste meio tempo, não parei. Gente que não se dedica, não corre atrás, pra quê? Não pensa no futuro, não se planeja, não tem ambição. Não dá também!

Não me procura? Perdeu playboy. Pra mim, deletar é diversão. Não deu assistência, perde pra concorrência. Óbvio que um charminho sempre apimenta a relação, mas descaso não tem vez. Próximo!

Não paga a conta? Uma coisa é você dividir – eu gosto de fazer a minha parte -, outra é sustentar marmanjo sem noção. Homem pão duro, não dá. Descarto sem dó.

Não curte crianças? Desculpa, não confio em quem não curte crianças. Tem coisa mais linda?!

Não é educado e prestativo? Esses diferenciais quem analisa são meus familiares. Tem que se oferecer pra ajudar. Sentar a bunda na cadeira é término na certa. Descarto. tem que entrar no clima, trabalhar em equipe, ops, família.

Não liga pros pais? Tô fora. O nosso maior bem são nossos pais. Falou mal, destratou, já era. Tcha-uuuu!

Não tem amigos? Aí tem. Todo mundo tem amigos. Uma coisa é você ser tímido, introspectivo. Outra coisa é ser mala/problemático. De problemas bastam os meus.

Não tem religião? Ok, cada um na sua. Mas eu curto quem tem religião, FÉ. Se for espírita então, ganha 10 pontos.

Não se veste bem? Homens adoram colocar xadrez com estampa e assim vai. Mal gosto não dá. Sorry.

Não dança? Se se esforçar tudo bem. Caso não, perde alguns pontos. EU AMO dançar.

 

Está explicado por que estou sozinha? Dizem que eu sou exigente. Onde eu assino?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>