O vácuo da paixão

Não, não se trata de um fora. Talvez não só um. Risos.

O vácuo da paixão é aquela fase pós término de um relacionamento. Aquela fase que você se acha incapaz de voltar a gostar de alguém. Que você se acha horrível, não tem vontade de sair de casa, só pensa em descontar toda a sua miséria pessoal na comida.

Essa fase. Que fase. Quantas vezes ela. Sempre ela.

Estou no vácuo da paixão. No período de 6 anos, estive nele por algumas vezes.

Sofri tanto que achava que meu destino era ficar sozinha. Vocês não têm dó?

Fui trocada 1, 2, 3x. Fui lembrada muito mais vezes. Até hoje não entendo essa lógica doida do “o mundo dá voltas”. Por que mesmo que as pessoas vêm e vão? E quase nunca em vão?!

Eu sou uma eterna apaixonada. Palavras me conquistam. Atitudes também, mas elas me deixam sem graça. Eu gosto das palavras. E quando recebo algumas de presente, fico viajando…

Num teste de personalidade, eu sou, com certeza, a sonhadora. [eu viajo, não liga]

E é por sonhar demais, que eu sempre acordo e caio no vácuo da paixão. Acho.

Parei pra pensar. Já sofri por grandes paixões. Caras que me marcaram mesmo. Mas gente, já sofri por caras que não têm nada a ver comigo. Alguém pode mandar a Senhora Carência lá pro Talibã?

Pô, que sacanagem.

Caras que são tudo o que eu não quero perto de mim. Arrogantes, babacas, infantis (no pior sentido da palavra).

Por que, né?

Um deles disse que é porque eu sou insegura. Que homem não gosta de mulher insegura. E que eu sou muito careta. Por isso, não paro com ninguém.

Falou o Porto Seguro. Falou o galã da Austrália. Falou o meteoro da paixão.

Sério mesmo que eu preciso ser igual a nova geração? Preciso experimentar tudo no impulso? Sério mesmo que eu preciso fazer o que eu não quero pra agradar? Que eu preciso fingir uma intimidade que não existe? SÉRIO MESMO?

Sério mesmo que eu preciso me achar a melhor de todas mesmo estando acima do peso, com espinhas no rosto e com a celulite sambando na sapucaí?

Gente. As pessoas não são inseguras, elas estão inseguras. Velho dilema do ser e estar. As pessoas não precisam ser O QUE VOCÊ QUER QUE ELAS SEJAM. Elas podem, certa vez, estar nesta energia louca, mas ser?

Cada um nasceu de um jeito. Cada um foi criado de um jeito. Cada um tem seu defeito. E também seu par perfeito.

Quer saber? Desculpa, mas eu não sou obrigada. Nem de nada. Tchau.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>