Uma virada sem ondinhas

Quem acompanha meu blog sabe que o meu réveillon passado foi pura aventura. Um ladrãozinho de meia tigela roubou meu celular. Passei a virada gritando e correndo atrás do moleque. Sim, recuperei o celular, com a ajuda de 2 anjos.

Neste ano fui pra lá convencida de que não teria fotos com rosa branca na mão, em frente ao mar. Estava certa de que desta vez iria jogar minha rosa a Iemanjá, em troca de um belo carçudo, e pular as 7 ondas. Que nada!

Eram 22h30. Fui olhar na sacada e não tinha ninguém na praia. Não é possível… Voltei pro Show da Virada. 23h… 23h30. Apenas uns gatos pingados. Desisti de ficar regulando o movimento da praia. Sentei e me empolguei tentando ver minha prima dançando no Especial da Globo.

De repente, as crianças entram gritando na sala “tão chamando a polícia”. Saí correndo e fui pra sacada. Parecia que haviam aberto a porteira do rodeio. Era gente correndo pra tudo quanto é lado, gritando, pedindo socorro.

Justo neste ano…

Curiosa que só, desci na portaria com uma tia. Quando o elevador chegou lá embaixo, geral gritando, brigando pra ver quem entrava no elevad primeiroor. Adivinha? Nem saíamos dele. Se o povo tava brigando pra ir pra casa, alguma coisa tinha.

Arrastão. Mais de 50 homens invadiram a praia pegando tudo quando é pertence dos banhistas. Como pode? Dizem que teve até tiro. Não apurei os fatos. Só sei que mais uma vez eu não pulei as 7 ondas e nem joguei flores pra Iemanjá. Será que dá zica?

O que eu sei é que eu recebi uma mensagem assim “você não pode levar celular pra praia, hein, eu não estou aí pra te ajudar…” Como não amar? Uma vez anjo, sempre anjo.

Iemanjá há de me perdoar pelo atraso. E eu, hei de agradecer a grande proteção. Ano novo sem emoção não é ano novo, diz aí!? E o seu, como foi?!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>