Você quer ficar sem videogame?!

Cada almoço, uma história. Cheguei correndo, porque tinha um compromisso marcado às 13h. Na minha frente, duas crianças com a mãe. Dois meninos, mais precisamente. “Mãe, eu quero nuggets, mas está longe”, choramingou um deles. A mãe, então, foi lá e pegou UM. “Só um”, disse ela.

Vou fazendo meu prato quando me deparo de novo com as crianças. “Mãe, tem queijinho… Mãe, eu quero queijinho…” O que você faria? Primeiro, pediria pro filhote esperar e, em seguida, colocaria o tão desejado queijinho em seu prato. Mas né, mães terroristas, a gente vê por aqui. “Queijo não”. Ele não se fez por satisfeito: “mas eu quero…” E a grande resposta do dia: “você quer queijo? Então vai ficar sem jogar videogame!”

Comigo: WTF?!?!!? Que mãe é essa? Não dar fritura pro filho, OK. Existem mães conscientes que fazem seus filhos se alimentarem corretamente. Agora, um queijinho. Que dó do menininho. Que dó.

Então, fui pesar meu prato, inconformada. O menininho, sem o queijo, na minha frente. Acho que não deu nem 50g o prato dele. A atendente: “olha que belezinha, ele já se serve sozinho…” Poxa, se servir sozinho assim é fácil. O prato dele tinha UM nugget, que a mãe colocou, DUAS batatas fritas, UM ovinho de codorna e um montinho de algo que parecia ser cebola. COMO ASSIM?

Em menos de 1h, o menino estará com fome de novo. E aí, será que rola uma Ruffles com Coca-Cola? Uma passatempo ou Trakinas? Quem sabe um lanche do MC? Um cachorro-quente? Já sei, um sorvete bem gordo de 2 bolas da Sergel. Afinal, ele pediu um sorvete e tomou, novamente, um não: “Mãe, só hoje, você nunca deixa…”

Do que será que esse menino vive? Mãe terrorista, só por hoje, você me deixou inconformada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>